Follow by Email

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Nós mulheres!


Não, não me cabe aqui revelar-nos. Mesmo por que, às vezes nem nós nos entendemos.
Choramos facilmente, rimos com o coração. Nem sempre quando dizemos "não" significa que estamos dizendo "não." Muitas vezes, quais crianças mimadas, só precisamos que insistam um pouquinho...
Descobrimos que um sorriso pode produzir milagres... e uma lágrima também! Nada mais comovente que uma mulher que chora, um sorriso pode desarmar qualquer homem...
Damos à luz sob uma dor terrível e nos esquecemos imediatamente depois de termos nosso anjinho nos braços.

Corajosas, frágeis e fortes, vamos à luta sem capacete e sem espada. Temos um coração ao lado do cérebro. Não temos músculos, temos garra.
Quando nos oferecemos um presente, não é porque temos a mania compulsiva de gastar, mas porque queremos nos consolar de alguma coisa que falta na nossa vida. Somos nossos próprios anjos protetores. Como mulheres, agimos como mães sempre, para os outros e para nós mesmas.
Não buscamos igualdade! Mesmo se nós pudermos exercer várias profissões, há emoções que correm como turbilhões dentro de nós que jamais poderão ser experimentadas pelo sexo oposto, há a dor e o prazer de oferecer a luz do dia a um anjo!... Não... jamais haverá igualdade! Cada um faz sua parte, cada um tem a sua importância, nem menor, nem maior, mas todos somos importantes.
Senhores!!! Não estamos mais à espera de príncipes encantados montados em cavalos brancos! Há muito entendemos que esses só existem nos contos de fadas. O que queremos é simplesmente sermos amadas. Nada mais, nada menos. Não nos preocupamos com músculos e caras, queremos simplesmente alguém que possa nos amar. Parece complicado e, portanto, é tão simples: só precisamos ser amadas! O resto a gente inventa depois!

Dentro de nós habita uma fadinha romântica que nem os desenganos, nem os casamentos e nem os anos poderão matar. Talvez seja essa uma das diferenças básicas entre um homem e uma mulher: o duende morre mais rápido, morre depois da conquista...
Nós, mulheres, seremos sempre... jovens, idosas, maduras, imaturas, belas, feias, dengosas, charmosas, mimadas, vaidosas ou não... apaixonadas ou à espera.. mas sempre, sempre, vai pulsar no nosso peito esse coração de mulher. Coração que ninguém entende... mas que sabe muitas vezes adivinhar a vida!

Leticia Thompson

domingo, 6 de novembro de 2011

Jamais te abandonarei!


Quando me rendi ao Senhor, lhe prometi FIDELIDADE. Sei que falhei muitas vezes, mas sempre voltei atrás, entristecido comigo e arrependido, mas jamais tencionei abandoná-lo. Isso nunca!!!
Não posso saber de meu futuro, somente Tu o conheces, mas gostaria de declarar meu amor ao Teu Nome, à Tua Palavra.
Ainda que um jornal respeitado estampasse em Primeira Página, a manchete:
"Cientistas provam que Deus não existe. Não há motivos para se crer na Bíblia". Não Senhor, ainda assim continuaria acreditando.
Ainda que um grande pregador, que acompanhei a vida inteira, aparecesse em rede nacional e afirmasse que esteve enganado durante todos esses anos... e pedisse desculpas, afirmando que descobriu que tudo que ensinava era mentira... não Senhor... ainda assim eu não O abandonaria.
Ainda que um artista gospel de renome, carismático e querido em todo o país, deixasse de gravar música evangélica e passasse a gravar música secular, música pop, por abandonar a sua Fé... eu não, jamais abandonarei minha Fé.
Ainda que meu próprio pastor, deixasse o ministério, esposa e filhos, e fugisse com uma mulher mais jovem, ou com o dinheiro da congregação, não, eu não me desviaria escandalizado, nem abandonaria a igreja, porque creio nos teus juízos.
Ainda que um lindo e resplandecente anjo me aparecesse, e me dissesse para não crer na Palavra de Deus, mas para acreditar nele, porque ele seria meu guia pessoal e amigo, não o ouviria, pelo contrário, o expulsaria de minha frente pelo Nome do teu Filho.
Ainda que todos os meus irmãos, amigos e parentes, inclusive minha esposa, deixassem de ir até a igreja porque "descobriram" que era tudo uma farsa, não meu Deus, eu ficaria contigo.
Mesmo sabendo que Pedro disse o mesmo a Ti, e em seguida o negou, eu espero que não meu Pai, que isso não aconteça comigo!
Ciente de que Judas, mesmo sendo escolhido por ti, que andava e comia contigo, ainda assim o traiu, eu não Mestre, de minha parte conto que nunca vou traí-lo.
Ainda que todas as lojas evangélicas cerrassem as portas por "queda nas vendas", uma vez que ninguém nunca mais se interessasse em comprar bíblias, livros cristãos ou qualquer outro material evangélico, eu manteria a minha
Bíblia bem guardada e cuidada. Ainda que as páginas amarelassem e caíssem com o tempo, as guardaria com carinho, porque suas Promessas mudaram minha vida.
Ainda que muitos ministérios anunciassem seu fim e todos ao meu redor optassem por acreditar em filosofias humanas, eu não Senhor, ainda que pobre e necessitado permaneceria junto a Ti.
Ainda que fraco e doente, buscaria consolo e conforto em Teus braços...

Assim como Jó eu não blasfemaria.

Ainda meu Deus, que estivesse só nessa FÉ, tua Graça me bastaria, e eu continuaria caminhando até o fim. Persistindo.
Porque eu bem sei que nada me separará do TEU AMOR.
Revezes da vida, tristezas, sofrimentos, não, com isso não me arrependeria de ter me entregue a Ti.
Escândalos, apostasia, heresias dentro da igreja não me farão tirar os olhos de meu alvo. Ateus, cientistas ou líderes mundiais não me levarão para o outro lado. Outras religiões não me enganarão. As coisas deste mundo não me seduzirão, pessoas próximas não me convencerão, não, não vou abandoná-lo! NUNCA! JAMAIS!! Jamais te deixarei Amado de minha alma.

sábado, 5 de novembro de 2011


"(...) Mas não sou completa, não.
Completa lembra realizada.
 Realizada é acabada.
Acabada é o que não se renova
 a cada instante da vida e do mundo.
Eu vivo me completando...
 mas falta um bocado."

Amigo de verdade.


"Amigos de verdade podem te decepcionar. Podem errar.
 Podem nem sempre falar a coisa certa.
 Eles podem nem sempre ter o melhor conselho,
 a melhor palavra, a melhor saída.
Mas eles sempre têm o melhor ombro,
 o melhor sorriso e, principalmente, a melhor intenção.
 Amigos de verdade estão presentes na noite
 com champanhe e na noite sem dinheiro.
 Amigos de verdade não são parte da sua família,
 não assinaram nenhum contrato com você,
 mas escolheram você com todos os seus defeitos
 pra dividir as alegrias e as tristezas.

Seus verdadeiros amigos conhecem seu ponto fraco,
mas jamais usariam isso contra você.
 Seus verdadeiros amigos conhecem de perto
seus defeitos mais ardidos,
 mas não ficam apontando o dedo na sua cara.
Seus verdadeiros amigos
gostam de você apesar de tudo que você é."

(Brena Braz)

Dona moça.


"Dona moça, me faz um favor?
Não supervalorize os maldosos que te atravessarem o caminho.
Não dê importância demais a quem perde horas do seu dia tentando borrar seu sorriso.
Pise forte na maldade. Sem tropeçar, sem fraquejar.
Junte todas as pessoas que te querem bem, te mandam boas vibrações e te enchem de paz, e esmague as más vibrações com o peso delas.
Não aceite críticas de quem não conhece suas lutas diárias.
Não tolere julgamentos de quem não consegue ficar em paz diante do seu brilho.
E brilhe cada vez mais forte, até cegar a energia ruim dessa gente que tenta ser feliz por vingança, enquanto você planta paz e esperança e colhe alegrias por merecimento.
Envie luz pra quem te calunia e deseja mal.
Deseje fé em si mesmo, pra quem não consegue acreditar na felicidade que tanto diz estar vivendo.
Espalhe suas levezas e doçuras, desate os nós que o passado deixou e flutue.
Se algumas pessoas te desejarem o mal, deseje a elas amor.
E felicidade o suficiente pra que vivam as suas vidas e esqueçam de uma vez por todas da sua.
Esquece essa gente pequena, dona moça.
Não é todo mundo que guarda no peito, um baú feito o seu, cheio de inspiração, flores, cores e delicadezas.
Tem gente que transforma o que passou, em mágoa.
Feliz é você, dona moça, que pega o que restou do passado e transforma em poesia."

(Karla Tabalipa)