Follow by Email

terça-feira, 25 de outubro de 2011

É... eu tô gostando mais de mim!

Percebi, que a perfeição que eu um dia almejei não é possível alcançar. Então... mudei meus conceitos.
Não quero ser um estereótipo, uma bonequinha de louça que outros tem como exemplo, eu quero mais é ser feliz e dividir minha felicidade.Percebi que eu posso apenas melhorar e seguir melhorando... andar e continuar seguindo. Ser feliz como eu sempre fui, isso me basta, sabe por quê ?   
Porque eu sempre tive do que me orgulhar em mim, eu sempre tive um sonho pelo qual lutar, sempre tive alguém do meu lado que pudesse me ouvir, me aconselhar e estar comigo, sempre tive co quem sorrir, sempre tive um ombro pra chorar, tive ainda em quem me espelhar e um amor pra encher tudo de cor. Tive com quem dividir um anseio, uma lágrima, um abraço, um carinho, o coração...
Eu aprendi a ver algumas coisas de um modo diferente, aprendi a ver cores no escuro, a sentir coisas que não sentia antes, a ficar em paz comigo mesma e com o mundo, a sorrir mesmo quando um punhal atravessa meu peito, querer bem de longe e a não deixar que ninguém interfira na minha felicidade, aprendi a ajudar os outros da forma que eu posso, aprendi que os limites as vezes tem que ser quebrados pra que novos sejam impostos...


Que bom senso não é só o que a maioria acha, mas é saber se posicionar diante de uma situação em que eu tenho que refletir, aprendi que os meus amigos não são "meus" eles são do mundo e não posso tê-los sempre perto, mas que posso guardar suas lembranças pra sempre...
Que o desapontamento e a vontade de desistir são de onde devo tirar a força pra prosseguir, que por mais difícil que seja perder um amigo, ainda me restam todas as lembranças e que só de revê-las ou relembrar os momentos, eu posso ser feliz denovo... Eu posso afastar a dor, é só querer o bem.
Eu percebi que não me importa se meu cabelo tá feio, se minha roupa não é a melhor ou se minha vida não é perfeita, o que vale a pena é que eu me realize e me sinta bem comigo mesma, é ser feliz com o pouco que tenho. É amar a vida, descobrir um mundo a cada dia. uma cor a cada minuto e um amor a cada segundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário